O que você acha da minha ideia de indicar algum som que curto em cada postagem do Cotidiano Cego?

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Parte boa do fim de semana!

Faaaaaaaaala galera!

contei da parte catastrófica do fim de semana. Mas não posso deixar de citar a parte boa né?

Não coloquei no post da cilada porque esta não foi uma cilada. Muito pelo contrário.

Vocês lembram que eu falei no outro post que minha passagem que tentei trocar estava marcada anteriormente para meia noite de domingo?

Pois é. Eu precisava estar aqui em São Paulo domingo cedo, por um motivo especial.

Um casal de amigos, que conheci num dos bares da vida, ao qual, apesar do pouco tempo de amizade, eu digo que os considero pra caramba, me fez um convite.

Aniversário. A amiga estava aniversariando!

E é lógico que eu não perderia por nada.

Eles eu já sabia o quanto são gente fina.

E só tinha gente legal lá. Todo mundo bom papo, simpático e eu encontro lá um amigo que toda vez que a gente se junta pra beber, não dá certo. kkkkkk.

Gente... Eu não cito nomes normalmente no blog, mas ao ler, com certeza verão que é de vocês que eu to falando.

Valeu mesmo pelo convite, pela recepção, pela simpatia que vocês tem para comigo e para quem está sempre ao redor de vocês.

Eu desejo a vocês com toda sinceridade, muitos anos de vida, felicidade e tudo que há de bom. Não só pra aniversariante, mas pra ambos.

e que tenhamos muitas oportunidades ainda de bater papo no bar, tomar aquelas geladas e assim vai. E já estão convidados pro meu aniversário em dezembro! depois falo com mais detalhes com vocês.

Mas cara.... Me arruma um dicionário daquele idioma que VOCÊ COMEÇA A FALAR QUANDO TÁ BÊBADO!

AQUELE DIA NO BAR EU TAVA PRECISANDO DE UMA TECLA SAP PORQUE TAVA FODA!

VOLTANDO PRA CASA, CHAPADO,...Tá eu sei... Vocês vão fala: que novidade! Sim mas o fato é que cheguei em casa e capotei na cama.

Ainda tinha colocado o pijama, tudo como manda o figurino.

acordo no meio da noite, pelo menos na verdade eu queria saber que horas eram. E..... Cadê meu celular?

Eu: Puta que pariu!

Perder bêbado o segundo celular ninguém merece!

E eu lembrava que tinha usado ele quando saí da festa já dentro de casa pra ver uma chamada perdida, à qual não retornei porque já tava tarde.

E eu pensando... Não....... Perder celular bêbado pela segunda vez ninguém merece.

E eu já não tenho mais telefone fixo.... Liguei o rádio pra saber da hora e ainda eram 4 da manhã.

E eu, ainda com parte da brisa causada pela bebida, quase entrei em desespero.

Penso: como vou acordar pra trabalhar?

to eu com o rádio ligado e de repente me deu um estalo:

Será que ele caiu no chão? De repente escorregou do criado mudo...

Procurei e nada....

Comecei a entrar em desespero.

Eis que me vem outra coisa:

Será que eu coloquei ele pra carregar e não lembro?

chego na tomada e, bingo!

Carregador preso e celular ali.... Ufaaa!

Agora vocês devem estar se perguntando:

Você chegou tão bem que nem lembrava ter posto o celular pra carregar. como conseguiu então, estando daquele jeito, ir no estojo, pegar o cabo, pegar a parte do carregador, encaixar o cabo nele pra montar, encaixar a outra ponta no celular e achar a tomada?

Olha. Sinceramente... Eu também to me fazendo a mesma pergunta até agora!

2 comentários:

Dayane Guimaraes disse...

André cachaceiroooo....Olha andré vc e um amigoo na onça nem me chamou para seu niver to de mal rs...runf

Rubia disse...

Só Deus sabe como vc fez td isso... Eu nem consigo imaginar! Hahahahaha!!!