O que você acha da minha ideia de indicar algum som que curto em cada postagem do Cotidiano Cego?

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Onde será que essa mulher estava com a cabeça!

Faaaaaaaaala galera!

Me lembrei há pouco de uma história engraçada que aconteceu comigo.

Muitos dizem que se eu estiver sem a bengala, em algum local, não notam que sou cego.

Há muito tempo atrás aconteceu uma ótima.

Estava eu num ônibus. Ainda morava no rio essa época.

Viagem longa, dobro minha bengala, vou curtindo um som, sentado, normalmente.

Eis que, num determinado ponto, sinto alguém tocar meu ombro.

Tiro o fone e respondo: Pois não.

Nenhuma resposta.

Daqui há pouco, tocam meu ombro novamente.

Tento responder e escuto:

Ei! Dá lugar pro cego sentar!

Exatamente isso... Uma moça querendo que eu saísse para que um outro cego, que acabara de entrar no ônibus sentar!

Eu, do meu jeito de sempre, de pronto respondi:

Eu? Dar lugar pra cego? De jeito nenhum! Se tem uma coisa que eu não faço é dar lugar pra cego... O cego que se vire!

Todo o ônibus foi uma só gargalhada!

Até o próprio cego já tinha sacado a situação e estava rindo.

E ela discutindo comigo.

Mas isso é um absurdo! Por isso que esse país tá assim... Ninguém respeita! Olha só... ele tem direito ao lugar....

E eu: Senhora, ele tem direito ao lugar por que?

E ela não querendo falar. É aquela historinha chata do politicamente correto. rsrs.

Ele tem direito ao lugar, você não sabe? Respondi: Não... Ele tem direito ao lugar por que?

Ela... Mas é lei! Ele tem direito ao lugar! Então tá senhora, mas por que ele tem direito?

Aí ela não se conteve; Ele tem direito ao lugar por que é cego! Vai se fingir de desentendido, você não tá vendo? E a galera do ônibus continuava rindo. Até que eu respondi: Não, porque eu também sou cego. Saquei minha bengala. rsrsrsrs.

O motorista ria tanto que com o pouco de força que sobrou tentava explicar que eu realmente também sou cego. rsrsrs.

ela ficou tão sem graça que no primeiro ponto que o motorista parou, ela aproveitou e desceu. kkkkkkkkkkkkkk.

Um comentário:

Jussab Ussene Jussab disse...

irmao eu tou a fazer um trabalho para a universidade que seria como vender a revista playboy em brile em Mocambique e fui lendo os teus posts, admiro muito essa tua energia e forca de vontade que até li mais sobre as tuas aventuras do que sobre o que interessa para esse trabalho.
Se puderes me ajudar agradecia, mas eu escrevi mesmo para te parabenizar e dizer que te admiro muito. abraco